Postado em 31 de Maio às 13h19

Chapecó sedia II Seminário Internacional de Sustentabilidade

Meio Ambiente (64)Sustentabilidade (26)

Evento acontece nos dias 5 e 6 de junho, no Centro de Eventos, e une governo, sociedade e empresas no debate sobre os desafios do desenvolvimento sustentável

O Grupo Servioeste Soluções Ambientais participa na próxima semana, 5 e 6 de junho, do II Seminário Internacional de Sustentabilidade: Gestão e Educação Ambiental, no Centro de Eventos, em Chapecó. Além do Seminário, acontece também a 1ª Feira de Sustentabilidade, organizada pelo Fórum de Resíduos Sólidos, Polícia Militar Ambiental, Unoesc Chapecó e FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina).

Os eventos trazem painéis de negócios, apresentação de trabalhos e palestras para discutir as limitações e avanços da gestão de resíduos sólidos no Brasil, conhecer alternativas viáveis para a gestão dos recursos hídricos, refletir sobre os impactos socioambientais dos empreendimentos na região e apresentar experiências e cases de sucesso na área de sustentabilidade no Oeste de Santa Catarina.

Entre as atrações da quarta-feira (5), estão a palestra sobre sustentabilidade empresarial, proferida pelo diretor de sustentabilidade da Natura, Keyvan Macedo, às 19h30, e a palestra “Rios voadores e as interferências na região Sul”, às 20h30, com o pesquisador do INEP (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Lincoln Muniz.

Na quinta-feira (6), a principal atração é a mesa redonda sobre resíduos sólidos, das 19h às 22h com o advogado Fabrício Soler, o consultor Claudio Bellaver e a professora, doutora da Universidade de Porto (Portugal), Patrícia Berardi, mediados pelo coronel Adilson Sperfeld.

Além de expositora da Feira e participante do Seminário, a Servioeste também vai disponibilizar nos eventos um totem para coleta de medicamentos vencidos, um dos serviços prestados pela empresa no projeto de logística reversa. 

Veja também

Aquecimento global afeta desenvolvimento dos peixes na zona equatorial02/04/15    O aumento da temperatura da água do mar está prejudicando o desenvolvimento dos peixes na zona equatorial, ameaçando a sua sobrevivência e a das comunidades que vivem da pesca, alerta estudo divulgado nesta terça-feira (31) na Austrália. A investigação, feita por cientistas da Universidade James Cook, analisou o impacto do aumento da......

Voltar para Blog