Postado em 05 de Janeiro de 2017 às 09h22

Como ter um 2017 mais sustentável

Sustentabilidade (26)

Um ano novo se inicia e com ele surgem muitas oportunidades em nossa vida. Novos planos, novas metas, novos desafios... A promessa de uma vida mais saudável, mais divertida, com mais viagens. E por que não uma vida mais sustentável? Já pensou nisso? A Servioeste pensou! Elaboramos algumas metas para você seguir um estilo de vida mais consciente.

Nº 01: Eliminar os descartáveis da sua vida! Eles são práticos e todo mundo adora, exceto o meio ambiente. O tempo de decomposição prolongado desses materiais vai completamente contra a ideia de uma vida mais sustentável. Adote para si uma caneca. Uma garrafa não descartável para beber água. Uma sacola retornável para ir ao supermercado. Convidar os amigos a trazerem os pratos e copos que faltam para aquela confraternização. São medidas simples, que economizarão recursos naturais para a produção e descarte desses materiais. Se não tiver outra opção, observe-se quanto à utilização destes materiais, evite desperdícios!


Nº 02:
Evitar o desperdício de água! Parece repetitivo pensarmos novamente sobre a água, mas o tema ainda é atual. Tomar cuidado com o desperdício deste bem em nossas atividades diárias. Fechar o abastecimento de água enquanto nos ensaboamos no banho, ou ao escovar os dentes ou fazer a barba. Observar atentamente cada vazamento que possa haver nas tubulações de nossa casa, consertando-os imediatamente. As cisternas também são uma opção! Em comunidades interioranas, a construção de cisternas para o aproveitamento da água da chuva pode tornar-se uma medida bastante eficaz no processo produtivo. Você pode atuar também como um agente de proteção a este recurso cuidando de rios e nascentes na sua comunidade. Estes meios são a principal fonte de água para o abastecimento humano, e uma fiscalização da comunidade, pode ajudar na melhoria da qualidade e disponibilidade deste recurso, tornando- o inclusive, menos oneroso ao nosso bolso.

Nº 03: Separar corretamente os resíduos. Em casa geramos diariamente resíduos orgânicos (cascas de frutas e legumes, sobras de alimentos) e recicláveis (papéis, plásticos, vidros..). Procurar ter uma lixeira para cada resíduo. Evitar dispor vidros sem proteção. Procurar acondiciona-los em garrafas pet ou embalagem longa vida. Não descartar recicláveis com restos de líquidos, deixa-los sobre a pia até que todo excesso tenham saído. Procurar saber corretamente quais são os horários de coleta seletiva em seu bairro. Organizar-se para dispor os resíduos nos dias e horários corretos. Quanto aos papéis, todos os tipos são recicláveis, inclusive caixas do tipo longa-vida e de papelão. Porém, não descartar papel com material orgânico, como caixas de pizza cheias de gordura, pontas de cigarro ou fitas adesivas, fotografias, papéis sanitários e papel-carbono.


Nº 04: Sempre que for possível, dar preferência a plantação de gramíneas em nosso quintal. Essas espécies favorecem a infiltração da água da chuva, contribuindo, deste modo, com a diminuição do acúmulo da água superficial, característico em ambientes edificados. Lembrar também de não jogar resíduos nas ruas. O acúmulo de resíduos sobre bueiros é o principal agravante em enchentes e alagamentos.

Nº 05: Plantar uma arvore! Um ambiente arborizado minimiza o impacto da poluição atmosférica, contribui para redução da temperatura ambiente, protege solos e rios e favorece o equilíbrio ecológico em geral. Priorize a plantação de espécies nativas locais, visando uma melhor adaptação e manejo destes recursos.

Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio dia a dia. Estas atitudes se refletirão em mudanças positivas. Deste ponto em diante, as mudanças se expandirão em proporções cada vez maiores. Tudo o que fazemos produz efeito, causa algum impacto.

Veja também

Grupo Servioeste participa de Feira de Sustentabilidade promovida pelo Aeroporto RIOgaleão11/07/17Projeto Conexão Escola visa fomentar a consciência socioambiental das crianças Visando contribuir para a formação de cidadãos conscientes e preocupados com o meio ambiente, o RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim iniciou, há dois anos, o projeto Conexão Escola, na comunidade de Tubiacanga, na Ilha do Governador, no RJ. O projeto socioambiental voltado para crianças em idade escolar de comunidades vizinhas ao RIOgaleão tem......
Cartilha online oferece dicas para compostagem de lixo26/06/17Ministério do Meio Ambiente pretende incentivar a prática para o descarte e aproveitamento dos resíduos sólidos. Para incentivar a compostagem de lixo orgânico, o Ministério do Meio Ambiente lançou uma cartilha online que traz informações sobre a forma correta de descarte. Isso porque esses resíduos representam metade do lixo......

Voltar para Blog