Postado em 27 de Julho às 10h34

Qualificação

Julho marcado por treinamentos

As equipes da Servioeste sabem que capacitar profissionais da saúde e colaboradores contribui para o processo de gestão de resíduos, facilita a rotina dos setores, reduz acidentes de trabalho e riscos ao meio ambiente. 

Anderson Oliveira, assessor comercial da Servioeste, Mestre em Saúde e Meio Ambiente, comandou treinamentos no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla (HMRG) e no Hospital Municipal Albert Schweitzer (HMAS), ambos no Rio de Janeiro.

Bianca Vieira, Diretora Administrativa do Albert Schweitzer, e a empresa social Viva Rio, responsável pela gestão da Unidade Hospitalar HMAS agradeceram a parceria e apoio, oferecendo a Anderson Oliveira, certificado Amigo HMAS.

Prefeitura Municipal de Criciúma (SC).

Caroline Beutler, Engenheira Ambiental e Sanitarista da Servioeste, habilitou enfermeiros e técnicos da Rede de Saúde da Prefeitura Municipal de Criciúma (SC), em três tardes de evento realizado de forma remota.

Gerenciar resíduos de serviços de saúde requer planejamento com base em diretrizes, resoluções e normativas técnicas. Todas etapas da gestão de resíduos exigem conhecimentos prévios, avaliação e registros contínuos.

O descarte correto nas lixeiras específicas para cada grupo evita a contaminação dos demais resíduos, a consequente elevação de custos e a exposição dos trabalhadores a riscos ocupacionais.

O treinamento permite a compreensão de todo processo de gestão de resíduos: da segregação ao tratamento. 

  • Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde -

Equipe qualificada

O transporte de resíduos de saúde exige muita atenção. Consciência no trânsito, foco no check list do veículo e experiência são as melhores ferramentas para garantir a segurança no manejo de materiais perigosos.

Na Matriz da Servioeste em Chapecó (SC), motoristas e coletores atualizaram os conhecimentos em manutenção de veículos e prevenção de acidentes.

Na Unidade da Servioeste em Queimados (RJ), a capacitação focou em assuntos técnicos relacionados à segurança, coleta e transporte de resíduos de saúde, e de procedimentos operacionais da central de armazenamento e tratamento.

Foi o segundo treinamento realizado em 2021 pelo Engenheiro Químico da Servioeste, Philipe Pires. O primeiro, em janeiro, teve participação de colaboradores das Unidades de Barra do Piraí, RIOgaleão, Queimados e Campos dos Goytacazes, todas no Rio de Janeiro.


Postado em 20 de Julho às 09h08

Aeroporto Tom Jobim

Servioeste atua na gestão de resíduos

O Grupo Servioeste participa da gestão ambiental do Aeroporto Internacional Tom Jobim – RIOgaleão desde 2017, como empresa contratada para coleta e transporte dos resíduos extraordinários gerados no aeroporto.

Anderson Lyra, gerente operacional do Grupo Servioeste, unidade RIOgaleão, comenta que a gestão de resíduos sólidos é fundamental para a preservação do meio ambiente e para a saúde coletiva. “A prestação de serviços realizada pelo Grupo Servioeste no Galeão busca excelência no atendimento e foco na preservação ambiental”.

As ações da Servioeste viabilizam a gestão de materiais recicláveis e não recicláveis em todo sítio aeroportuário, graças ao eficiente trabalho de segregação, coleta, tratamento, transporte e destinação final ambientalmente adequada.

A gestão de resíduos sólidos faz parte do Programa de Sustentabilidade da concessionária RIOgaleão e prevê todos os procedimentos relacionados à coleta, transporte e destinação final dos resíduos recicláveis e não recicláveis gerados no aeroporto. “O apoio dos prestadores de serviços é fundamental para o alcance de metas e resultados para desenvolvimento sustentável”, afirma o Diretor de Operações da Concessionária, Dimas Dellamagna Salvia.

O Aeroporto Internacional Tom Jobim - RIOgaleão é reconhecido pela ANAC por suas práticas de sustentabilidade e gestão ambiental.

“Temos muito orgulho do trabalho executado pelas nossas equipes no Galeão. É grandiosa e linda a missão da Servioeste com o meio ambiente e o com o futuro do planeta”, ressalta Sandra Balbinot, Diretora Financeira da Servioeste.

A gestão de resíduos aeroportuários contribui para ações sustentáveis que visam utilizar racionalmente os recursos naturais, mitigar os impactos ao meio ambiente, além de promover a integridade e a saúde das pessoas.

Veja matéria da Record TV RJ. 


Postado em 15 de Julho às 11h28

Gestão

O que você faz com os resíduos gerados na sua empresa interfere na imagem da marca. Conhecer conceitos, etapas e procedimentos básicos da gestão de resíduos garante segurança no momento da tomada de decisão.


Conceitos básicos da gestão de resíduos

Resíduos sólidos (RS)

São materiais, substâncias, objetos resultantes de atividades e processos produtivos, cuja destinação final se procede nos estados sólido ou semissólido.

Rejeitos

São resíduos sólidos que, depois de esgotadas todas as possibilidades de tratamento ou recuperação, não apresentam outra possibilidade que não a disposição final ambientalmente adequada.

Destinação Final

A destinação ambientalmente adequada de resíduos inclui técnicas como tratamentos para eliminar a periculosidade dos materiais, reutilização, reciclagem, compostagem, a recuperação e o aproveitamento energético ou, simplesmente, a disposição final em aterro.

As normativas definem que alguns rejeitos não podem ter outro fim que não a disposição em aterros Classe I, devido à periculosidade. É o caso dos resíduos radioativos e determinados rejeitos de uso industrial, como materiais contaminados por óleos, graxas, solventes e afins. 

Disposição Final

Após realizados os tratamentos e esgotadas as possibilidades de reutilização, reaproveitamento ou recuperação, reciclagem, coprocessamento, os rejeitos resultantes do processo precisam ser dispostos em aterro sanitário ambientalmente adequado.

A disposição final ambientalmente adequada refere-se à distribuição ordenada de rejeitos em aterros, observando normas operacionais específicas de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública, à segurança e a minimizar os impactos ambientais adversos, utilizando procedimentos específicos de engenharia para o confinamento dos refeitos. As cinzas decorrentes do processo de incineração, por exemplo, devem ser dispostas em aterro sanitários licenciados.

Fontes: PNRS (2010) e Anvisa RDC 2222/2018.


Postado em 25 de Junho às 09h31

Expansão

Negócios (23)

Servioeste anuncia nova central de tratamento

A cidade de Campos dos Goytacazes sediará a nova Central de Tratamento de Resíduos de Saúde do Grupo Servioeste. As operações iniciam ainda em 2021. As negociações foram conduzidas pelo Presidente do Grupo Servioeste, Doacyr Balbinot.

Segundo o Prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, “o empreendimento vai gerar 100 empregos diretos e contribuirá para aumentar a pontuação do ICMS Verde." O chamado ICMS Ecológico é uma prática de redistribuição de recursos do ICMS aos municípios, focada na preservação ambiental e no incentivo a busca por receitas e melhoria na qualidade de vida.

Doacyr Balbinot, Presidente do Grupo Servioeste, ressaltou a importância da parceria.

“A Servioeste tem expertise de 22 anos no processo de coleta, transporte, tratamento e disposição final de resíduos de saúde. A empresa já atua em Campos dos Goytacazes via cooperação comercial. A central de tratamentos na cidade vai melhorar os processos, contribuirá com a renda de centenas de famílias, além de ajudar na preservação do meio ambiente, do ecossistema local e da saúde coletiva de toda a população.” 


Postado em 21 de Junho às 08h57

Medicamentos

Parceria pelo Meio Ambiente

Ação da Servioeste com a Secretaria de Infraestrutura de Chapecó (SC) possibilitou a coleta e tratamento adequado de medicamentos vencidos. Os colaboradores da Secretaria puderam depositar os remédios que não usavam mais no ecoponto disponibilizado pela Servioeste.

O descarte correto destes resíduos é dever do consumidor e também um exemplo de cidadania.

Procure Centros de Saúde ou farmácias mais próximas e leve remédios em desuso, inclusive frascos e cartelas de comprimidos.

Faça sua parte. Projeta o meio ambiente e a saúde da população da sua cidade.


Postado em 15 de Junho às 10h45

Prática sustentável

Composteira

O Setor Ambiental da Servioeste Chapecó viabiliza composteira para destinar resíduos orgânicos produzidos no setor administrativo. A intenção é diminuir o volume de resíduos enviados a aterros sanitários e reduzir a emissão de gases poluentes.

Agora, os colaboradores que trabalham diariamente na sede vão contribuir ainda mais com o meio ambiente ao depositar as sobras de suas refeições e cascas de frutas na composteira próxima ao refeitório.

Este modelo de composteira, criado pelo professor Germano Guttler da UDESC - Lages (SC), permite o aproveitamento integral dos resíduos orgânicos e não tem grandes restrições, já que pode receber materiais de origem animal como carnes, alimentos industrializados, restos de refeições cozidas, cascas de frutas, verduras, ovos.

Um espaço de 10 m² pode comportar mais de uma tonelada de lixo orgânico por ano.

“Anteriormente, tínhamos outro tipo de composteira na matriz, no entanto, resolvemos aplicar o Método Lages por sua praticidade e eficiência”, comenta Lucas Sousa Barbosa, Engenheiro Ambiental e Sanitarista da Servioeste. “Basta depositar os resíduos orgânicos no espaço de terra destinado para isso, cobrir com serragem ou folhas secas e fazer alguns furos a cada dois ou três dias para permitir a oxigenação. Em 20 ou 30 dias já é possível plantar mudas ou usar a terra como adubo.”

As composteiras domésticas auxiliam a reduzir a emissão de gases poluentes, o espaço em aterros, e são ótimas fontes de adubo para plantas e hortas.


Postado em 09 de Junho às 09h37

Grupo Servioeste, referência internacional

  • Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde -

Doacyr Balbinot, Presidente do Grupo Servioeste, recebe troféu no The Winner Awards 2021- Paris, por promover o desenvolvimento sustentável e crescimento socioeconômico brasileiro. O Grupo Servioeste foi destaque na Categoria Platinum por oferecer soluções focadas no cliente e pela qualidade dos serviços prestados.

O Troféu The Winner Awards é conferido pela Revista International Business, que reúne jornalistas e publicitários de Marketing com vasta experiência no mundo dos negócios. A premiação decorre da indicação da equipe editorial da Revista e leva em conta a reputação empresarial, tecnologia empregada e ações sustentáveis. A cerimônia oficial deverá ocorrer em setembro de 2021, no Hyatt Regency Paris Etoile, em Paris.

A Servioeste já recebeu mais de 20 prêmios e certificados. A empresa é pioneira e iniciou suas atividades em 1999, mesmo antes da regulamentação do setor pela Anvisa, em 2004, e da legislação brasileira tornar obrigatória a coleta, tratamento e disposição de resíduos de serviços de saúde, em 2005.