Postado em 30 de Julho de 2020 às 14h38

Gerenciamento de resíduos

Negócios (23)Meio Ambiente (82)

Revisar normativas e resoluções contribui para a redução de custos

Gerenciar resíduos de serviços de saúde (RSS) envolve um conjunto de procedimentos devidamente planejados com base em diretrizes, resoluções e normativas técnicas. A implementação das ações de manejo dos resíduos objetiva minimizar custos, mitigar impactos ambientais, proteger trabalhadores, preservar a saúde pública e os recursos naturais.

Danielly Negrão, Doutora em Enfermagem com ênfase em gestão de resíduos de serviços de saúde, afirma que a eficiência na gestão dos RSS exige dos profissionais da saúde um posicionamento de consumo consciente para diminuir a quantidade de resíduos gerados e evitar desperdícios. O descarte correto nas lixeiras específicas para cada grupo evita a contaminação dos demais resíduos, a consequente elevação dos custos e a exposição dos trabalhadores a riscos ocupacionais. "Conhecer a composição dos RSS, as características do perfil de geração, os locais que mais geram resíduos, os horários de pico são ações estratégicas para o bom gerenciamento”, conclui professora Danielly.

A correta gestão começa pela revisão periódica do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS). Doutora Renata Orofino, coordenadora médica da Comissão de Controle de Infecção do Hospital de Campanha da Prefeitura do Rio de Janeiro, no Riocentro, reforça que o Plano reduz a produção do resíduo, os custos com o descarte e os riscos de acidentes de trabalho, principalmente com perfurocortantes.”

A Servioeste oferece capacitações para empresas levando em conta a legislação e alternativas para minimização de custos, impactos ao meio ambiente e segurança no manejo dos resíduos. Dalila Gonçalves, Engenheira Ambiental e Sanitarista do Grupo Servioeste, observa que o treinamento é uma etapa muito importante dentro de uma empresa, pois permite que o colaborador compreenda todo o processo de gestão de resíduos: segregação, acondicionamento, identificação, armazenamento, coleta interna e externa, transporte, processos básicos de tratamento dos resíduos como autoclavagem, incineração e disposição final.

Todas essas etapas requerem treinamento, planejamento, monitoramento, avaliação, registros contínuos. Solicite seu orçamento.

Veja também

Lixo Zero04/06/20 Na semana do meio ambiente, selecionamos algumas ideias simples de pessoas e instituições engajadas na busca por um mundo mais saudável. Hoje, você vai conhecer a iniciativa do 2º Batalhão da Polícia Militar Ambiental, de Chapecó/SC. Copos plásticos não existem mais, assim como as lixeiras foram extintas das salas. A emissão de documentos......
Servioeste capacita servidores do Hospital Paraná17/10/19 Treinamento em Maringá pautou a destinação correta de resíduos de serviço de saúde Como deve ser feita a segregação dos resíduos gerados nas unidades de saúde? Depois de separados......
Grupo Servioeste abre novos segmentos e expande mercado07/10/19 Empresa passa a gerenciar resíduos urbanos e industriais em todo o Brasil Em agosto de 1999, o empresário catarinense Doacyr Balbinot já avistava um nicho de mercado inovador que crescia com a onda da sustentabilidade. As empresas......

Voltar para Blog