Postado em 31 de Maio de 2019 às 10h55

Servioeste participa da SIPAT Comunitária no RIOgaleão

Meio Ambiente (82)

A falta de equipamentos, desatenção e cansaço geram mais de 700 mil acidentes de trabalho todo ano no País. O Brasil é a quarta nação do mundo que mais registra acidentes durante atividades laborais, atrás apenas da China, da Índia e da Indonésia. Tendo em vista esses dados, a necessidade de conscientizar empresas e trabalhadores sobre segurança no trabalho se tornou um problema a ser discutido continuamente.

Por isso, todos os anos diversas organizações realizam a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT). O RIOgaleão - Aeroporto Internacional Tom Jobim, contribuindo para este movimento promoveu nesta semana, entre os dias 27 e 31, a SIPAT Comunitária no RIOgaleão. O Grupo Servioeste, como parceiro na coleta e tratamento de resíduos gerados dentro do aeroporto, foi convidado para palestrar sobre a destinação dos resíduos.

O tema ministrado pela Servioeste foi “Lixo: mesmo após descartá-lo, ele ainda faz parte do processo”. Segundo o gerente operacional do Grupo da unidade RIOgaleão, Anderson Lira, a participação da empresa teve como objetivo mostrar a importância de um descarte correto e consciente, principalmente quando se trata de vidros, agulhas ou outros itens perfurocortantes. “Existe todo um processo por trás da embalagem de biscoito descartada. Quando jogamos um resíduo na lixeira, inicia-se o processo de coleta, transporte e destinação”, comenta.

Além disso, foram apresentados os números de coletas de resíduos que a Servioeste realiza no aeroporto. Conforme explica Anderson, em média são 300 toneladas de resíduos recolhidos e tratados por mês. A operação acontece durante 24 horas.

No decorrer dos cinco dias, mais de 50 pessoas participaram das atividades, entre colaboradores do RIOgaleão e empresas parceiras. “A receptividade foi muito boa e acreditamos que conseguimos sensibilizar os participantes a serem multiplicadores de nossa luta diária, que é manter sadio o fluxo de resíduos em todo sítio aeroportuário”, salienta Lira.

Veja também

Licenciamentos Ambientais04/05/17 Como postamos aqui, alguns empreendimentos podem gerar impacto ambiental e necessitam, portanto, de um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) – um tipo de estudo ambiental que apontará as medidas necessárias para o retorno da área degradada a seu equilíbrio. Além disso, toda atividade com potencial de gerar impacto ambiental, tais como......
EUA se retira do Acordo de Paris02/06/17 Foto: Joshua Roberts | Reuters Mostramos que, em 29 de abril, milhares de norte-americanos foram às ruas na “Marcha Pelo Clima”, em protesto a atitudes tomadas pelo governo do presidente Donald Trump em questões ambientais,......
Resíduos industriais14/08/20 Excelência na gestão promove a sustentabilidade As atividades da indústria são essenciais ao desenvolvimento social. Geram milhões de postos de trabalho, desenvolvem produtos vitais para a humanidade, como medicamentos,......

Voltar para Blog